Colírios

O que é e para que serve o colírio Tropicamida?

A Tropicamida é o princípio ativo presente nos colírios que conhecemos como Mydriacyl, Ciclomidrin, Tropinom e que provoca a dilatação da pupila (midríase) e a paralisação da acomodação visual (cicloplegia). Esses efeitos são desejáveis para a realização de algumas cirurgias oculares (como a de catarata, por exemplo) e também de alguns exames que auxiliam no diagnóstico de várias doenças oftalmológicas.

O colírio é utilizado da seguinte forma: aplica-se 1 ou 2 gotas do medicamento no saco conjuntival e, após 5 minutos, aplica-se mais 1 ou 2 gotas.  Caso o atendimento do paciente demore mais de 20-30 minutos desde a primeira aplicação, aplica-se 1 gota adicional a fim de prolongar os efeitos do colírio. Deve-se comprimir o saco lacrimal por no mínimo 1 minuto após a aplicação, a fim de se evitar uma absorção excessiva. A Tropicamida age rapidamente e a duração de sua atividade é relativamente curta.

É importante saber que:

  • A Tropicamida é contraindicada em pacientes com glaucoma ou propensos a essa doença;
  • Reações adversas como: ardor passageiro, boca seca, visão borrada, sensibilidade à luz, taquicardia, cefaleia e reações alérgicas, podem aparecer
  • Pacientes com a íris muito pigmentada podem precisar de doses maiores;
  • Enquanto estiver com a pupila dilatada, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, pois sua habilidade e atenção poderão estar prejudicadas.